sexta-feira, 15 de setembro de 2017

João Bosco receberá prêmio após novo álbum




O cantor e compositor João Bosco lançará em outubro o seu primeiro álbum de inéditas desde Não vou pro céu, mas já não vivo no chão (2009), disco lançado há oito anos. Nesta semana foi divulgado o nome do novo álbum: Mano que zuera. O artista também divulgou nesta semana que receberá em novembro um prêmio especial pelo conjunto da obra, da Academia Latina da Gravação, o Grammy Latino, ao lado de outros músicos latinos. João Bosco será o único brasileiro a ser agraciado com esta homenagem. 

O álbum Mano que zuera precederá o prêmio e tem tudo para ratificar a homenagem. O álbum conta com um repertório autoral e praticamente inédito com parcerias de João Bosco com o parceiro de longa data Aldir Blanc (no samba Duro na queda), Arnaldo Antunes (em Ultraleve), Chico Buarque (na linda canção Sinhá que já compôs o álbum de Chico em 2011), seu filho Francisco Bosco (Fim, Onde Estiver, na faixa-título do álbum Mano que zuera, entre outras) e Roque Ferreira.

“Era um desencontrava/Era um cadê, perdi/Aterro, Igarapava/Vislumbrava, vi não vi/Meu peito feito lava/Penava por aí/O zap apitava/Vem, não dá, não deu, morri” – Trecho da faixa-título Mano Que Zuera.


Nenhum comentário:

Postar um comentário