segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Fim da ditadura: Brasil volta a ter um presidente civil



No dia 15 de janeiro de 1985, o Brasil voltou a ter um presidente civil após longos 21 anos de regime militar. Por uma eleição indireta, o escolhido para o cargo foi Tancredo Neves, ex-governador de Minas Gerais e candidato da Aliança Democrática. No pleito, ele venceu o deputado Paulo Maluf, do PDS, por 480 contra 180 de um total de 686 votos do Colégio Eleitoral. Antes de Tancredo Neves, o último presidente civil do país foi João Goulart, deposto em 1964. 

Apesar de a eleição de Tancredo Neves ter ocorrido de maneira indireta, sua vitória foi considerada fundamental para o processo de redemocratização do país. Contudo, na véspera de sua posse, programada para o dia 15 de março de 1985, Tancredo Neves sofreu uma crise aguda de peritonite e foi para o Hospital de Base de Brasília. Ele ficou internado 38 dias, passou por sete cirurgias e morreu no dia 21 de abril de 1985, sem ter conseguido vestir a faixa presidencial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário