quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

1961 - EUA rompem relações diplomáticas com Cuba



Os Estados Unidos romperam relações diplomáticas com Cuba em 3 de dezembro de 1961, com a ambição norte-americana pela aquisição da ilha sendo um dos motivos que originaram o conflito. Como consequência, em 3 de fevereiro de 1962, o presidente John Kennedy assinou o decreto que oficializou o bloqueio econômico de seu país contra a ilha caribenha, embora desde 19 de outubro de 1960 já houvesse sido decretado o embargo de todo tipo de mercadoria destinada à nação cubana a partir dos EUA. 

Empresas de cidadãos norte-americanos chegaram a controlar entre 80 e 100% de todos os consórcios dedicados aos serviços públicos em Cuba assim como as minas, as fazendas de criação de gado e o refino de petróleo. Da mesma forma, foram proprietários de 40% do açúcar, a principal indústria do país, e de 50% das ferrovias. A partir de 1933, Cuba transformou-se totalmente em um paraíso gansteril. O grande negócio se concentrou também no tráfico de narcóticos e em jogos de azar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário