terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

1941 - Nasce o músico e cantor Dominguinhos



Um dos sanfoneiros mais famosos do Brasil nasceu em 12 de fevereiro de 1941.  José Domingos de Morais conquistaria fama e sucesso com o nome artístico de Dominguinhos. Nascido em Garanhuns (PE), desde menino ele já se interessava por música, por influência do pai, que lhe presenteou com uma sanfona de oito baixos.

Aos seis anos, aprendeu a tocar o instrumento e começou a se apresentar em feiras livres e portas de hotéis junto com dois de seus irmãos, Moraes e Valdomiro. Eles formavam o trio Os Três Pinguins. No início da formação, tocava triângulo e pandeiro e só depois assumiu a sanfona. Com o tempo e muita prática, tornou-se um grande sanfoneiro, passando a ser conhecido em Garanhuns como "Neném do Acordeom".

Aos oito anos, conheceu Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, quanto tocava em frente ao hotel onde seu grande ídolo estava hospedado. Gonzaga prometeu a ele uma sanfona, caso o garoto resolvesse ir ao Rio de Janeiro. 

Em 1954, Dominguinhos, seu pai e um irmão acabaram se mudando mesmo para o Rio. Quando reencontrou Luiz Gonzaga, o músico manteve a promessa e deu uma sanfona para o rapaz. Foi Gonzaga também que lhe batizou como Dominguinhos. Sua primeira gravação profissional ocorreu em 1957, em um disco do padrinho. No mesmo ano, Dominguinhos passou a fazer parte do Trio Nordestino, com quem tocou até 1960.

 Nos anos seguintes, Dominguinhos alternou sua carreira solo com trabalhos de músico de apoio, tocando com artistas como o próprio Gonzaga, Gal Costa e Gilberto Gil, que em seu disco Refavela (1975) gravou “Tenho Sede” (parceria entre Dominguinhos e Anastácia) e “Lamento Sertanejo”, que o sanfoneiro escreveu com Gil. Nos anos 80, sua popularidade aumentaria ainda mais. Duas de suas músicas entraram na trilha sonora da novela Roque Santeiro: “De Volta Pro Meu Aconchego”, parceria dele com Nando Cordel e interpretada por Elba Ramalho, e “Isso Aqui Tá Bom Demais”, escrita com Chico Buarque e interpretada pelos dois.

Dominguinhos continuou popular até o fim da vida. Ele morreu em 23 de julho de 2013, em decorrência de um câncer de pulmão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário