sexta-feira, 26 de abril de 2019

1965 - TV Globo é fundada no Rio de Janeiro



No dia 26 de abril de 1965, a TV Globo foi fundada oficialmente no Rio de Janeiro, inaugurando suas transmissões com o programa infantil Uni Duni Tê. Hoje em dia ela é considerada a segunda maior rede de televisão comercial do mundo, atrás apenas da ABC, dos Estados Unidos. Ao todo, o grupo possui 122 emissoras próprias e afiliadas, alcançando 98,56% do território brasileiro.

A história da Globo remete ao início do século XX, quando Irineu Marinho fundou o jornal A Noite, em 1911. Com o sucesso da publicação, o jornalista criou outro periódico em 1925, chamado O Globo. Em 1931, Roberto Marinho, filho de Irineu, passa a dirigir o jornal. Na década seguinte, o grupo se expandiu com a criação da Rádio Globo, em 1944.

Em 1951, durante o governo de Eurico Gaspar Dutra, a Rádio Globo requisitou sua primeira concessão de televisão. O requerimento foi analisado pela Comissão Técnica de Rádio, que emitiu um parecer favorável, aprovado pelo governo. Dois anos depois, Getúlio Vargas voltou atrás e revogou a concessão. Foi somente em 1957 que o então presidente Juscelino Kubitschek aprovou a concessão de TV para a Rádio Globo e, em 30 de dezembro do mesmo ano, o Conselho Nacional de Telecomunicações publicou um decreto concedendo o canal 4 do Rio de Janeiro à TV Globo Ltda.

Os primeiros meses da TV Globo, em 1965, foram um fracasso, o que levou à contratação de Walter Clark, para o cargo de diretor-geral da emissora. Nos anos seguintes, a TV começou a deslanchar, se expandindo para São Paulo e Minas Gerais. Na época da ditadura militar, o governo abriu uma linha de crédito para a população comprar televisores, o que beneficiou a emissora. Outro impulso foi um decreto que isentou as empresas de rádio e televisão de imposto de importação sobre equipamentos. Assim, a Globo pôde se renovar e ao mesmo tempo utilizar a cotação oficial do dólar para reduzir suas despesas de importação.

Com o surgimento do videoteipe, a produção de programas locais se tornou escassa, sendo a maior parte da programação produzida no Rio de Janeiro e em São Paulo. Isso impulsionou as grandes emissoras dessas cidades a formarem redes nacionais. Assim, a TV Globo se tornou uma rede de emissoras afiliadas. Em 1° de setembro de 1969 entrou no ar o Jornal Nacional, primeiro telejornal em rede nacional. A partir daí a emissora se tornaria líder de audiência, tendo como marca registrada as telenovelas e os programas jornalísticos, como Fantástico e Globo Repórter. 

Entre os programas que consolidaram a Rede Globo na liderança estão novelas como Guerra dos Sexos, Roque Santeiro, O Salvador da Pátria, O Dono do Mundo e Vale Tudo. Além disso, a emissora se destacou pela produção de humorísticos, como Os Trapalhões, Chico Anysio Show e Viva o Gordo. Programas de auditório como o Cassino do Chacrinha e Domingão do Faustão também se tornaram sucesso de público. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário