sexta-feira, 17 de maio de 2019

1990 - OMS exclui gays da Classificação de Doenças



Em 17 de maio de 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças (CID). Desde então, a data virou símbolo da luta por direitos humanos e pela diversidade sexual, contra a violência e o preconceito.

A homossexualidade passou a ser vista como patologia por volta do fim do século 19. Em 1886, o psiquiatra alemão Richard von Krafft-Ebing definiu-a como "um distúrbio degenerativo". Essa crença rendeu uma série de preconceitos médicos por cerca de cem anos. 

De acordo com a OMS, após a retirada da homossexualidade do CID, houve uma rejeição das "terapias de conversão" e de conceitos como o de "cura gay", procedimentos que não possuem embasamento científico. Além disso, atualmente está havendo uma conscientização maior de que a identidade transgênero também não se qualifica como um distúrbio.


Nenhum comentário:

Postar um comentário